Serra Gaúcha

Maior e mais importante região vinícola brasileira, a Serra Gaúcha tem na imigração italiana a origem da sua história de produção. Inicialmente baseada no cultivo de uvas americanas e de grande volume para produção em cooperativa e para consumo local, a região desenvolveu-se e ganhou importância em termos de qualidade e refinamento a partir da década de 90, quando investimentos pesados em infraestrutura e capacitação começaram a se difundir entre as vinícolas. Hoje a Serra abriga duas regiões certificadas e é responsável por 85% da produção nacional, com vinhos que são exportados e vistos com interesse por diversos mercados.